09 abril 2014

Sobre o melhor filme que eu já assisti

8 comentários
Eu poderia morrer agora, Clem. Eu estou apenas... feliz.Eu nunca havia sentido isso antes.Eu estou exatamente onde eu gostaria de estar.

Há um dia meu filme favorito era "Se enlouquecer não se apaixone", no entanto, minhas sinceras desculpas a aquela produção que um dia foi minha favorita. Considere-se a segunda agora. Porque Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças se tornou o filme mais tocante de toda a minha história como cinéfila. 
O filme começa quando Joel (Jim Carrey) acorda e falta ao trabalho e vai a uma praia distante, ele mesmo não sabendo por quê. Lá, ele encontra Clementine (Kate Winslet) e ambos se aproximam de uma forma inesperada. Então, ele descobre que Clementine é sua ex-namorada, que recorreu a uma empresa especializada em apagamento de memória para apagar da sua própria memória tudo o que diz respeito a Joel e à relação que manteve com ele. No instante em que descobre, Joel, desesperado, acaba por fazer o mesmo. Contrata a mesma empresa para apagarem da sua cabeça todas as memórias de Clementine e da relação que mantiveram. (wiki)
Então, a partir dai, quando o procedimento de apagar toda a memória de Joel relacionada a Clementine começa, entramos na mente dele. Presenciamos os momentos que eles passaram juntos. Ele "inconscientemente", revendo toda sua história com Clem, acaba querendo desistir do procedimento. Mas ele não pode ser parado: os dois começam uma corrida pela mente dele para assim esconderem-na nas lembranças mais profundas da mente de Joel.


Cartinha da alegria (ela te esqueceu meu querido ((literalmente))).

Eu amo ficção e ainda mais quando envolve transtornos psicológicos ou coisas do tipo. Então pensem vocês: como seria o mundo se pudéssemos apagar todas as memórias relacionadas a uma pessoa? Sejam elas boas ou ruins? É desse tipo de pulga atrás da orelha que eu gosto que os filmes me deixem. E unindo isso  a direção e roteiro desse filme. Difícil que eu não gostasse.


Embora eu não seja a maior fã de romances e histórias que girem em torno disso, a maquiagem que se deu pro relacionamento nesse caso (como eles apresentaram o amor), me fez amar a história e o casal. Todos somos complicados e imperfeitos. Então, apagar as memórias só abriria espaço pra novos relacionamentos que consequentemente teriam mais falhas. A Clementine é inconstante, impulsiva, e já o Joel, contido e do tipo "cara normal". Logo no começo da pra se perceber a diferença entre eles. Mas mesmo assim, eu acabei amando ambos. A Clem, com seu cabelo multicolorido (oi oi, ela e Ramona Flowers, bffs). E o Joel sendo o carinha normal, que se apaixona pelo oposto dele, mas que o completa.


Em relação a fotografia e produção: *palmas*palmas*palmas*. O Michel Gondry se tornou o meu diretor favorito também, e o roteiro do Charlie Kaufman é digno de prêmios (oi, ganhou Oscar de melhor roteiro com ele). O filme é independente, então mais pontos.

O fim vai se apresentando meio óbvio, mas ainda assim, você fica feliz com ele (eu fiquei haha). Algumas outras considerações que eu gostaria de fazer sobre sobre o filme:
  • Senti vontade de tirar prints das cenas com fotografia incrível a cada 1 minuto
  • Senti vontade de tirar prints das frases que os personagens diziam a cada 1 minuto
  • O cabelo da Clementina (eu já citei, mas quis citar novamente) e o estilo dela
  • E a máquina de outro mundo que da o fio de toda história é incrível
  • O nome (que provém de uma citação) é perfeito, ainda mais em inglês "Eternal Sunshine of the Spotless Mind" 
Por último, o único ponto negativo: o poster. Mas olha só, o ponto negativo se tornou positivo. Porque esse poster caidinho, ganhou versões alternativas feitas por fãs e que são muito mais bonitas:

Resumindo: amei o filme e acho que se você não viu ainda deve correr pra assistir. Se já viu e gostou, conte pra mim quais são as coisas que mais gosta nele. E caso já tenha assistido mas não goste, se retire desse blog (brincadeira haha). 

8 comentários:

  1. Minha vontade de assistir o filme só aumentou depois de ler esse post! Parece ser tão bonito... Já vi várias citações e gifs no tumblr <3 Vou assistir assim que tiver um tempo livre ♥-♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito, muito bom Nataly <3 Assista e me conte o que achou :D <3

      Excluir
  2. Esse filme parece lindo <3
    Agora quero muito assistir ele!
    Te esperando lá no blog, bjs!

    http://blogvermelhovintage.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não assistir, mas só pelo seu post fiquei com muita vontade de assistir! O filme ganhou um Oscar de melhor roteiro, a com certeza é bom!
    Beijos
    www.dosedeilusao.com/

    ResponderExcluir
  4. AAAAAAAA esse filme também é um dos meus preferidos DA VIDA!! Sabe aqueles filmezinhos de amor com Jennifer Aniston? Não chega aos pés desse aí. A fotografia é linda mesmo, e a história é totalmente criativa e diferente de tudo o que eu já vi. A Clementina <3333 Bff da Ramona mesmo s.o.s <333

    Título de filme mais lindo de todos os tempos: BRILHO ETERNO DE UMA MENTE SEM LEMBRANÇAS. É muito amoooorrr!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. RT EM TUDO ♡♡♡♡♡♡♡♡♡

      Excluir